Notícias

19 Setembro 2017

Vim para ser campeão

Girabola ZAP

Diney Costa representa a imagem clara do enorme optimismo que norteia o balneário do Petro de Luanda. O médio brasileiro contratado em Junho pelos tricolores, tendo em vista o reforço do meio-campo na segunda volta do Girabola Zap, acredita que pode ser campeão no seu primeiro ano em Angola.

O experiente jogador que se estreou a marcar no embate frente ao Recreativo da Caála, na 23ª jornada, confessou a sua total satisfação pelo facto de ter conseguido uma rápida adaptação a um futebol e campeonato muito diferente do brasileiro. \"Cheguei na segunda volta do campeonato e tive pouco tempo, mas tentei me adaptar o mais rápido possível ao futebol angolano. É um pouco diferente do brasileiro, que é de mais força e intensidade. Tenho tentado fazer as coisas que o treinador pede e graças a Deus as coisas têm dado certo, principalmente porque começamos a ganhar jogos e estou tranquilo\", disse, referindo-se à sequência de vitórias alcançadas após a sua chegada. 

O actual camisola 20 dos tricolores, confessa que a vontade de vencer o campeonato é enorme e garante que consegue notar isso também no seio de todos os jogadores do plantel, com destaque para equipa técnica às ordens do compatriota Beto Bianchi.\"A grande vontade é de vencer todos os jogos. Acho que o facto de entrarmos para o jogo apenas com o objectivo na vitória tem ajudado muito. Nunca jogámos para empatar, como algumas pessoas quiseram fazer crer no jogo com o 1º de Agosto.

O espírito é de vitória\", assegura o médio.Diney Costa considera não ter qualquer dúvida em relação aos objectivos que o prendem em Angola e ao serviço do Petro de Luanda. Reitera o desejo de conquistar o título do campeonato angolano, embora admita ser uma tarefa árdua de materializar, sobretudo a julgar pela enorme disputa no topo da classificação.

\"Já tracei o meu maior objectivo: é ser campeão! Não adianta jogar bem, ganhar jogos sem ter um objectivo. Temos de acreditar, estamos a vestir uma camisola muito importante e queremos jogo a jogo fazer o nosso percurso. Com muito trabalho a gente vai conquistar o nosso objectivo\", destacou.

O médio sublinha, por outro lado, ser importante ao Petro de Luanda fazer o seu campeonato, sem olhar para os adversários. Acredita que a melhor receita para se ser campeão será ganhar os próximos jogos que restam para o desfecho do Girabola Zap e aguardar que o crónico rival na luta pelo título perca pontos.\"Acho que a gente tem de ganhar os nosso jogos e não temos de pensar nos adversários. Não adianta querermos ganhar todos os jogos, sem pensar num de cada vez. O mais importante será sempre vencer o jogo mais próximo\".

CONSTATAÇÃO 
Diney considera Girabola  competitivo


Os níveis de competitividade verificados na segunda volta do Girabola Zap, em que a enorme disputa pelo título de campeão assume cenário imprevisível, agradam ao médio Diney Costa. O brasileiro admitiu que não esperava encontrar um campeonato tão difícil e equilibrado.

“Quando cheguei ao campeonato angolano, decorria a segunda volta, mas não tive tempo para conhecer todas as equipas. Hoje e após alguns jogos tenho a real noção do nível de campeonato em que estou a jogar. Tenho visto uma competição muito boa”, esclareceu.
“O campeonato superou as minhas expectativas ao nível do espectáculo. Tem grandes equipas e o nível de disputa é elevado.    Viemos de outra realidade e se não nos enquadrarmos, não conseguimos ter sucesso. 

As pessoas pensam que é só chegar aqui e ter sucesso. Não. É um campeonato muito forte e que respeito muito”, afiançou.Diney Costa diz que a expectativa de ser campeão é enorme no seio do Petro de Luanda. Revelou que o ambiente no Catetão é bom e encaram a conquista do título com muita seriedade e responsabilidade. 

“Estamos a pensar nisso jogo a jogo. Queremos fazer as coisas certas, para ver se conseguimos alcançar os nossos objectivos. O campeonato está em aberto e o acho muito bonito e interessante ver os estádios lotados, algo que no Brasil nem sempre está a acontecer. É bonito ver as famílias e as crianças no estádio”.

REGULARIDADE 
Médio brasileiro 
conquista balneário


Diney Costa é mais um dos exemplos claros de aposta de sucesso no Petro de Luanda. Desde que chegou à equipa e integrou o \"onze\" de Beto Bianchi, o médio venceu a concorrência e pegou de estaca a titularidade, estando entre o grupo restrito de jogadores regulares nas apostas iniciais do treinador.

O médio é mais uma aposta acertada dos tricolores em jogadores provenientes do exterior do País, depois de Tiago Azulão e Tony, outros dois brasileiros com lugares de destaque no plantel de Beto Bianchi.O jogador não esconde o sonho de vir a sagrar-se campeão este ano em Angola. Confessa que respeita os objectivos traçados pelo clube, para esta época, mas garante que todo o jogador que se preze, gosta de conquistar títulos em qualquer campeonato.

 

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 65
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 62
3 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 53
4 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 50
5 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 48
6 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 48
7 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 41
8 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 41
9 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 41
10 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 40
11 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 33
12 Progresso da Lunda Sul Progresso da Lunda Sul 32
13 Académica do Lobito Académica do Lobito 30
14 JGM do Huambo JGM do Huambo 30
15 ASA ASA 26
16 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 20
Patrocinador Oficial ZAP
© 2017 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software