Notícias

29 Dezembro 2016

Presidente da FAF estabeleceu metas

Federação Angolana de Futebol

Artur de Almeida e Silva, 53 anos, novo presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), para o quadriénio 2016-2020, quer constituir o organismo numa instituição de utilidade pública.

 

O anúncio foi feito na terça-feira à noite, durante a tomada de posse dos renovados corpos sociais de direcção, no Complexo Hoteleiro da Endiama (CHE), no bairro Miramar, em Luanda.
“Queremos credibilizar a FAF. Criar mecanismos para transformá-la em instituição de utilidade pública é um dos grandes objectivos desta direcção. A terciarização dos serviços e a constituição de um orçamento próprio também constam nos objectivos deste elenco”, disse à imprensa.
Para o novo “inquilino do cadeirão” da FAF, o futebol é a única disciplina capaz de congregar vários estratos da sociedade, pelo que propôs a criação de uma data dedicada à modalidade no país. “O futebol é a paixão das multidões e a alegria do povo. É a modalidade rainha no país. Vamos criar o dia nacional do futebol, que deve coincidir com um congresso”, sugeriu o antigo futebolista do Grupo Desportivo da Nocal e do ASA.
Questionado sobre o passivo e o activo da FAF, Artur de Almeida e Silva recusou-se a avançar detalhes à imprensa. “Queremos manter sigilo profissional, para realizarmos um trabalho transparente e abrangente. Estamos satisfeitos com a direcção cessante, pelo apoio que está a prestar sobre a realidade da FAF”, disse elogiando a postura do anterior elenco. Artur de Almeida e Silva, que é o quarto presidente eleito em sufrágio e sétimo da FAF, venceu o sufrágio, no passado dia 17 deste mês, totalizando 67 votos, à frente de José Luís Prata e de Osvaldo Saturnino de Oliveira “Jesus”, com 54 e 13, respectivamente.
O elenco encabeçado por Artur de Almeida e Silva tem como vice-presidentes José Alberto Macaia, Norberto de Castro e Dealdino Fuato Balombo, enquanto Adão da Costa, Pinto Conto, Dino Paulo, Sónia Marisa Fernandes, Paulo Ringote, Pakisi da Cunha Njinga, Cardoso da Costa e Romualdo Nguenga são os vogais. Rui Costa foi indicado para exercer a função de secretário-geral de direcção da FAF.  Fernando Moutinho preside o Conselho Fiscal, ao passo que Joaquim Minguêis e Arsénio Fernandes são os vogais.
O Conselho de Disciplina é presidido por José Carlos Miguel, tendo como vogais Patrícia Faria, José Fernandes, José Sambo e António Chimbandi. Sérgio Raimundo e Jorge Mário Fernandes presidem os Conselhos Jurisdicional e o de Árbitros, enquanto Francisco José, Resende Domingos, Aurélio Sacalumbo, Márcia Nijiolelea, Luís Cazola, Inácio Cândido, José de Sá e Vasconcelos e Emília Dias ocupam as funções de vogais.
Mota Liz preside a mesa da Assembleia Geral, tendo como vice-presidente Leão Chimin, enquanto Kanda Nimi Kassoma ocupa a função de secretário.

Fonte: Jornal de Angola.

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 47
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 44
3 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 38
4 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 38
5 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 34
6 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 30
7 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 29
8 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 28
9 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 24
10 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 24
11 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 23
12 ASA ASA 19
13 Académica do Lobito Académica do Lobito 18
14 Progresso da Lunda Sul Progresso da Lunda Sul 18
15 JGM do Huambo JGM do Huambo 17
16 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 15
Patrocinador Oficial ZAP
© 2017 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software