Notícias

29 Dezembro 2016

Presidente da FAF estabeleceu metas

Federação Angolana de Futebol

Artur de Almeida e Silva, 53 anos, novo presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), para o quadriénio 2016-2020, quer constituir o organismo numa instituição de utilidade pública.

 

O anúncio foi feito na terça-feira à noite, durante a tomada de posse dos renovados corpos sociais de direcção, no Complexo Hoteleiro da Endiama (CHE), no bairro Miramar, em Luanda.
“Queremos credibilizar a FAF. Criar mecanismos para transformá-la em instituição de utilidade pública é um dos grandes objectivos desta direcção. A terciarização dos serviços e a constituição de um orçamento próprio também constam nos objectivos deste elenco”, disse à imprensa.
Para o novo “inquilino do cadeirão” da FAF, o futebol é a única disciplina capaz de congregar vários estratos da sociedade, pelo que propôs a criação de uma data dedicada à modalidade no país. “O futebol é a paixão das multidões e a alegria do povo. É a modalidade rainha no país. Vamos criar o dia nacional do futebol, que deve coincidir com um congresso”, sugeriu o antigo futebolista do Grupo Desportivo da Nocal e do ASA.
Questionado sobre o passivo e o activo da FAF, Artur de Almeida e Silva recusou-se a avançar detalhes à imprensa. “Queremos manter sigilo profissional, para realizarmos um trabalho transparente e abrangente. Estamos satisfeitos com a direcção cessante, pelo apoio que está a prestar sobre a realidade da FAF”, disse elogiando a postura do anterior elenco. Artur de Almeida e Silva, que é o quarto presidente eleito em sufrágio e sétimo da FAF, venceu o sufrágio, no passado dia 17 deste mês, totalizando 67 votos, à frente de José Luís Prata e de Osvaldo Saturnino de Oliveira “Jesus”, com 54 e 13, respectivamente.
O elenco encabeçado por Artur de Almeida e Silva tem como vice-presidentes José Alberto Macaia, Norberto de Castro e Dealdino Fuato Balombo, enquanto Adão da Costa, Pinto Conto, Dino Paulo, Sónia Marisa Fernandes, Paulo Ringote, Pakisi da Cunha Njinga, Cardoso da Costa e Romualdo Nguenga são os vogais. Rui Costa foi indicado para exercer a função de secretário-geral de direcção da FAF.  Fernando Moutinho preside o Conselho Fiscal, ao passo que Joaquim Minguêis e Arsénio Fernandes são os vogais.
O Conselho de Disciplina é presidido por José Carlos Miguel, tendo como vogais Patrícia Faria, José Fernandes, José Sambo e António Chimbandi. Sérgio Raimundo e Jorge Mário Fernandes presidem os Conselhos Jurisdicional e o de Árbitros, enquanto Francisco José, Resende Domingos, Aurélio Sacalumbo, Márcia Nijiolelea, Luís Cazola, Inácio Cândido, José de Sá e Vasconcelos e Emília Dias ocupam as funções de vogais.
Mota Liz preside a mesa da Assembleia Geral, tendo como vice-presidente Leão Chimin, enquanto Kanda Nimi Kassoma ocupa a função de secretário.

Fonte: Jornal de Angola.

Classificação

Pos Clube Pts
1 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 6
2 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 6
3 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 4
4 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 4
5 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 3
6 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 3
7 Petro de Luanda Petro de Luanda 3
8 ASA ASA 2
9 JGM do Huambo JGM do Huambo 1
10 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 1
11 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 1
12 Académica do Lobito Académica do Lobito 1
13 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 1
14 Progresso da Lunda Sul Progresso da Lunda Sul 1
15 1º de Agosto 1º de Agosto 0
16 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 0
Patrocinador Oficial ZAP
© 2017 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software