Notícias

27 Novembro 2018

Petro quer ganhar Orapa por números robustos

O Petro de Luanda joga hoje, às 16h00, frente ao Orapa United FC (Botswana) no Estádio Nacional 11 de Novembro, na capital, a primeira mão da preliminar de apuramento para a fase de grupos da 16ª edição da Taça Nelson Mandela.

Os tricolores jogam com o objectivo de triunfar com um resultado volumoso, de forma a abordar tranquilamente o desafio da segunda-mão, no reduto do adversário.
Na edição passada, os petrolíferos começaram a preliminar com uma goleada sobre o Masters Security (Malawi), por 5-0, no 11 de Novembro, resultado que esperam repetir diante dos tswaneses.
O técnico do Petro, Ro-berto Bianchi, preparou a equipa para vencer o jogo apesar de algumas contrariedades no seio do grupo, devido à lesão de jogadores influentes no desempenho da equipa.
Desde 2007, que o conjunto do Eixo Viário falha a qualificação para a fase de grupos de uma competição africana. Em 2004, integrou o Grupo A, ao lado do Ashanti Kotoko do Ghana, Rangers (Nigéria) e Al Hilal (Sudão). O Petro ocupou a quarta e última posição do grupo, com cinco pontos. 
Apesar de o treino de ontem no campo Osvaldo Saturnino de Oliveira ter decorrido à porta fechada, foi possível perceber que Bianchi pode fazer algumas mexidas na equipa para a tornar mais ofensiva.
O médio Vá está recuperado do esgotamento físico, promovido pela longa ausência dos relvados. Por sua vez, Tó Carneiro recupera o ritmo competitivo.
Para este desafio, o treinador não conta com Mira e Karanga, por lesão no joelho direito, e Élio Wilson, aquém da condição física. Denis também deve estar indisponível por problema na coxa direita. 
O Orapa United FC, que chegou no domingo a Luanda, veio no máximo da sua força com o objectivo de contrariar o favoritismo dos tricolores, já que pretendem chegar também à fase de grupos.
Na Liga do Botswana, o Avestruz, denominação oficial do Orapa, é o segundo classificado, com 32 pontos, atrás do Township Rollers, com igual número de pontos e menos um jogo.
Nesta época, o adversário do Petro soma 10 triunfos e dois empates em 14 jogos disputados, apontou 21 golos e sofreu nove.  
A equipa, que tem uma média de idade de 30,6 anos, conta com seis atletas da selecção principal que disputa a campanha de apuramento para a fase final da 32ª edição da Taça de África das Nações (CAN), de 15 de Junho a 13 de Julho de 2019, nos Camarões.
Com estes elementos, aguarda-se por uma excelente exibição das equipas com realce para o Petro, que joga em casa e diante do seu público.
O desafio da segunda mão disputa-se no dia 5 de De-zembro, às 19h00 locais  (18h00, em Angola), no Estádio Itekeng, cidade de Francistown, a cerca de 400 quilómetros de Gaberone (capital do Botswana).
A equipa que se qualificar para a outra fase joga com o vencedor do desafio entre Al Ahly Shandi (Sudão) e As Nyuki (República Democrática do Congo) na próxima eliminatória, duelo referente aos dezasseis avos de final, marcado para o mês de Dezembro. 

Roberto Bianchi garante boa exibição

O treinador do Petro de Luanda, Roberto Bianchi, garantiu ontem à imprensa que os jogadores estão prontos e dispostos a fazerem uma boa exibição hoje à tarde, no desafio frente a equipa do Orapa United FC (Botswana), no Estádio Nacional 11 de Novembro. 
“Preparamos bem este jogo e esperamos obter um resultado positivo. Os jogadores estão tranquilos para fazerem uma excelente partida”, disse o treinador. O técnico hispano-brasileiro reconheceu as dificuldades a serem encaradas esta tarde apesar de jogar na condição de anfitrião.
“Não vai ser fácil. Temos de ter confiança e tranquilidade. É um adversário de peso, mas temos condições de fazer uma boa partida”, antevê.
Segundo Bianchi, o importante é vencer, com um resultado dilatado, para encarar o desafio da segunda “mão” com tranquilidade.
“Queremos vencer de forma folgada. Por isso é que vamos fazer poucas mudanças no plantel”, destacou o treinador.
No encontro com os jornalistas, Roberto Bianchi lamentou a ausência de Mira, Karanga, Élio Wilson, Manguxi e Bugos.  
Apesar dos contratempos no seio do grupo, Bianchi acredita que os atletas estão com o moral alto para o triunfo diante da formação do Botswana.
Questionado sobre o Orapa, Roberto Bianchi reconheceu a qualidade do conjunto tswanês.

Fonte: Jornal de Angola

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 61
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 54
3 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 47
4 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 46
5 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 37
6 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 37
7 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 35
8 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 35
9 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 34
10 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 31
11 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 29
12 Académica do Lobito Académica do Lobito 27
13 Sporting de Cabinda Sporting de Cabinda 24
14 Kuando Kubango FC Kuando Kubango FC 23
15 ASA ASA 23
16 Saurimo FC Saurimo FC 18
Patrocinador Oficial ZAP
© 2019 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software