Notícias

10 Junho 2018

Petro perde terreno na perseguição ao líder

Kuando Kubango FC e Petro de Luanda empataram, sem golos no Estádio Municipal de Menongue, em jogo de continuidade da 16ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, Girabola.

Ao contrário do desafio da primeira volta, disputado no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda, onde os tricolores golearam os adversários, por 4-0, ontem a formação da cidade de Menongue mostrou que evoluiu bastante no Girabola, e ainda vai dar que falar durante a segunda volta da competição.
Apesar do favoritismo que era atribuído ao Petro, a equipa anfitriã com a lição bem estudada do primeiro turno da prova defendeu com “unhas e dentes” os principais esteios dos tricolores. Com esta opção do corpo técnico da formação de Menongue, o treinador Roberto Bianchi foi obrigado a “arregaçar” as mangas e mudar o modelo de jogo, mas sem sucesso. Os anfitriões jogavam constantemente em contra-ataque directo e rápido, na tentativa  de surpreender os tricolores.
Com este resultado, a equipa do Catetão desperdiçou uma excelente oportunidade para diminuir a diferença pontual que a separa do 1º de Agosto, na liderança da tabela classificativa, com 31 pontos.
Noutro embate da ronda, o Desportivo da Huíla, equipa sensação da primeira volta do Girabola'2018, veio a Luanda “roubar” um precioso ponto ao Interclube, depois do empate sem golos no Estádio 22 de Junho, no bairro Rocha Pinto.
Os “polícias” só podem se queixar de si mesmos, depois de terem desperdiçado várias oportunidades de golo durante o tempo regulamentar da partida. Na primeira parte do embate, um dos postes da baliza dos militares da Região Sul negou o golo ao Interclube.
A equipa sensação do Girabola também falhou algumas ocasiões para marcar, mas os seus dianteiros foram perdulários, por falta de concentração. 
Na primeira volta, a equipa da Polícia Nacional e os militares da Região Sul empataram a uma bola no estádio do Ferroviário, na cidade do Lubango.
Hoje, às 15h30, no estádio Edelfride Palhares da Costa “Miau”, na cidade de Benguela, o 1º de Maio recepciona o Recreativo do Libolo, mas à porta fechada, no cumprimento de  uma deliberação do Conselho de Disciplina da Federação Angolana de Futebol (CD da FAF), do dia 2 de Maio. 
Um desafio em que os anfitriões são obrigados a vencer, para saírem da zona incómoda da tabela classificativa, o mesmo objectivo perseguido pelos forasteiros.
Na primeira volta, os proletários perderam na vila de Calulo, província do Cuanza-Sul, por 0-2. Um resultado que o conjunto proletário quer se desforrar no seu reduto, já que durante a semana passada os pupilos do técnico Agostinho Tramagal trabalharam incansavelmente para a obtenção de um triunfo. 
A Académica do Lobito, outra equipa sensação do Girabola, recebe, às 16h00, no estádio do Buraco, o Sporting de Cabinda. Um desafio em que os anfitriões assumem o favoritismo, apesar de terem perdido com o adversário no primeiro turno da competição, por 0-2, no Estádio Municipal do Tafe.
A formação dos “estudantes” do Lobito pretende desforrar-se da derrota do primeiro turno, mas o seu técnico Rui Sampaio Garcia reconhece que vai ser difícil.      
Os “estudantes” do Lobito e os “leões” de Cabinda lutam pela manutenção no Campeonato Nacional.
Para a conclusão da ronda, o 1º de Agosto desloca-se amanhã à tardinha ao Estádio Municipal dos Coqueiros, na Baixa de Luanda, onde vai defrontar o Progresso Sambizanga. Um desafio aguardado com bastante expectativa e ansiedade pelos exigentes adeptos das duas formações, que prometem  lotar e levar o espectáculo para as bancadas.
Naturalmente, os militares do Rio Seco pretendem vencer para aumentar a vantagem sobre os seus mais directos perseguidores na tabela classificativa.
Os sambilas, por sua vez, também precisam de triunfar, para saírem da zona  de desconforto da tabela classificativa.   
Na abertura da ronda, o Kabuscorp do Palanca derrotou na sexta-feira à noite o Recreativo da Caála, por 3-0, no Estádio Municipal dos Coqueiros, em Luanda, com golos de Mussumari, Calero e Nandinho.
O Domant FC deslocou-se à cidade do Dundo, província da Lunda-Norte, onde conseguiu um precioso ponto, ao impor rigoroso empate a uma bola ao Sagrada Esperança.

Fonte: Jornal de Angola

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 57
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 57
3 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 47
4 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 45
5 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 41
6 Académica do Lobito Académica do Lobito 41
7 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 38
8 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 37
9 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 36
10 Sporting de Cabinda Sporting de Cabinda 35
11 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 35
12 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 34
13 Kuando Kubango FC Kuando Kubango FC 28
14 Domant FC Domant FC 28
15 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 22
16 JGM do Huambo JGM do Huambo 3
Patrocinador Oficial ZAP
© 2018 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software