Notícias

1 Junho 2018

Palancas têm jogo decisivo

Os Palancas Negras decidem hoje, às 16h30,  a continuidade  na Taça Cosafa, quando defrontar a similar das Chamas do Malawi, no novo estádio Peter Mokaba, na cidade de Polokwane, província sul-africana de Limpopo.

 

A Selecção Nacional é obrigada  a vencer o desafio e esperar por um eventual deslize das Zebras do Botswana frente ao Club M ou Dodôs das Ilhas Maurícias.
As partidas, que se disputam na mesma data e horário, são pontuáveis para a terceira e última jornada do Grupo B, da 18ª edição da competição regional.  
Determinados com o triunfo de quarta-feira à tarde frente ao Club M ou Dodôs, no anti-go estádio Peter Mokaba, também na cidade de Polokwane, os Palancas Negras estão ansiosos pelo triunfo para chegarem aos quartos-de-final da competição, mas terão, certamente, de suar bastante a camisola e ter algumas cautelas defensivas, para alcançarem este desiderato.
Uma partida esperada com bastante expectativa pelos exigentes e simpatizantes dos Palancas Negras, que também aguardam pela vitória. 
Na edição anterior, disputada na cidade sul-africa-na de Rustenburgo, Angola e Malawi empataram sem golos, no dia 29 de Junho, no estádio do Palácio dos Desportos de Royal Bafokeng. 
À entrada da última jornada do Grupo B, a Selecção Nacional de Honras e o Club M ou Dodôs partilham a segunda posição, com três pontos, ao passo que as Zebras estão no primeiro lugar, com quatro e as Chamas ocupam o quarto e último posto da tabela classificativa, com um.   
De acordo com o regulamento da Taça Cosafa, apenas o vencedor do grupo fica na prova, para enfrentar no próximo domingo, às 16h30, os Guerreiros do Zimbabwe, no novo estádio Peter Mokaba, que ficaram isentos da disputa da primeira fase da competição, devido a sua posição no “ranking” da Cosafa. 
O seleccionador nacional, Srdjan vasiljevic e seus discípulos estão conscientes que têm pela frente uma tarefa difícil, e devem aplicar-se a fundo e aguardar pela derrota das Zebras. Um cenário possível, tendo em conta a determinação evidenciada pelas selecções integrantes do grupo.  
“Estamos cientes de que temos que vencer o jogo. Enfrentaremos um adversário que vem moralizado, depois de uma igualdade na segunda  jornada. Os meus jogadores estão apenas focados na vitória”, explicou Srdjan Vasiljevic, técnico sérvio  ao serviço dos Palancas Negras.
Nas últimas edições, os Palancas Negras têm falhado constantemente o apuramento para os quartos-de-final do torneio, depois dos triunfos em três ocasiões (1999, 2001 e 2004), com os treinadores  Djalma Cavalcante (técnico já falecido), Mário Calado e Oliveira Gonçalves.
Na edição anterior, disputada em 2017,  na cidade sul-africana de Rustenburgo, a Selecção Nacional perdeu a qualificação no coeficiente de golos, com as Estrelas do Kilimanjaro da Tanzânia, ao terminarem ambas com cin-co pontos. 
Na primeira jornada, o Ma-lawi foi derrotado, segun-da-feira, pelas Ilhas Maurí-
cias, por 1-0, no estádio Peter Mokaba.
Para a segunda ronda, disputada quarta-feira à noite, as Chamas e as Zebras empataram a uma bola, no estádio antigo Peter Mokaba.
O primeiro classificado de cada grupo apura-se para os quartos-de-final, onde já estão as selecções do Zimbabwe, actual campeão da prova, Zâmbia (vice-campeão), África do Sul (anfitrião), Namíbia, Lesotho e Swazilândia, que ficaram isentos da disputa da  fase preliminar. 
As selecções afastadas dos quartos-de-final vão ter ainda uma oportunidade de disputar mais jogos para a definição da classificação final.
Ontem à tarde, o técnico Srdjan Vasiljevic orientou uma sessão de treino, para a correcção dos movimentos defensivos  e ensaiou a finalização com jogadas combinadas. 
Para o novo seleccionador nacional dos Palancas Negras, o objectivo no torneio é preparar um grupo forte para  a disputa do apuramento para a fase final da Taça de África das Nações (CAN), no próximo ano nos Camarões.
“O nosso objectivo principal é a qualificação para o CAN. O que lhe posso dizer é que o Malawi está acima de nós no “ranking” da FIFA. Eles têm as suas ambições. Estamos com esperanças que podemos vencer o Malawi”, declarou o técnico à imprensa na cidade de Polokwane.

Fonte: Jornal de Angola

Classificação

Pos Clube Pts
1 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 25
2 1º de Agosto 1º de Agosto 24
3 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 21
4 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 19
5 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 18
6 Petro de Luanda Petro de Luanda 18
7 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 15
8 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 15
9 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 14
10 Académica do Lobito Académica do Lobito 14
11 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 13
12 Sporting de Cabinda Sporting de Cabinda 13
13 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 11
14 Kuando Kubango FC Kuando Kubango FC 11
15 ASA ASA 11
16 Saurimo FC Saurimo FC 9
Patrocinador Oficial ZAP
© 2019 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software