História

O nome Girabola escapou à censura do regime de então. No entanto, em virtude da  conjuntura política, só em 1979 se assiste à disputa da primeira prova oficial do Girabola. Nela participam 24 equipas, divididas em grupos de quatro ou de seis. No ano seguinte, entram em prova 14 delas (as 13 melhores do ano anterior e o Sagrada Esperança, beneficiando da divisão das Lundas entre norte e sul) – um número que se mantem até 1990 – e é também introduzido o sistema todos contra todos a duas voltas (um sistema que ainda permanece actualmente). Em 1991 e 1992 o número de equipas em prova sobe para 16. Nos dois anos seguintes,  algumas delas ficam afastadas da competição devido à guerra civil. Em 1995 voltam ao  campeonato as habituais 14 equipas e o sistema de pontuação sofre alterações: o vencedor  passa a conquistar 3 pontos em vez dos anteriores 2 pontos. Desde 2010 que a competição  tem vindo a ser disputado por 16 equipas.

Existindo um pouco por todo o país, representando as diferentes províncias angolanas, as equipas concentram-se, maioritariamente, na província de Luanda. Petro Atlético é aquela que mais títulos tem conquistado (15), seguida do Primeiro de Agosto (9), Recreativo do Libolo (4), ASA (3), Inter Luanda (2), Primeiro de Maio (2), Kabuscorp (1) e Sagrada Esperança (1).

Os melhores marcadores do Girabola são: Carlos Alves com 29 golos marcados (Primeiro de Agosto, 1980), Amaral Aleixo (Sagrada Esperança, 1991) e Flávio Amado (Petro Luanda, 2001) com 23 golos e Jesus com 22 (Petro Luanda, 1984).

A Federação Angolana de Futebol, fundada em 1979, é a entidade responsável pela organização do Girabola.

Patrocinador Oficial ZAP
© 2017 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software