Notícias

9 Janeiro 2017

Elias almeja novos ventos

Atlético Sport Aviação

O presidente do Atlético Sport Aviação (ASA), Elias José, tranquilizou aos sócios e adeptos do clube, e prometeu uma campanha ao nível dos pergaminhos dos aviadores. O dirigente assegurou que acredita numa época airosa, para o resgate do prestígio que granjeia o emblema no Girabola. 

Depois de duas épocas com prestações que nada dignificaram o estatuto do clube, admitiu em função de alguns ajustes administrativos feitos pela direcção de que é responsável máximo, ter confiança  na nova equipa técnica chefiada por João Machado, para a realização dos objectivos preconizados.

O dirigente revelou ao Jornal dos Desportos, que para este ano têm vários projectos em carteira, com destaque para a recuperação do tapete sintético do campo de treinos da equipa de futebol, e formar um plantel competitivo.

"É do conhecimento público que temos uma nova equipa técnica para orientar a nossa equipa de futebol, chefiada pelo professor João Machado. Sabem também que temos vivido muitas dificuldades nos últimos anos, mas temos confiança no grupo e esperamos superar essas dificuldades", perspectivou o presidente de direcção do ASA.

Elias José depois de alguns minutos de reflexão, recordou o que tem sido a principal tarefa e a prestação da equipa nos últimos anos, ressaltou que para 2017 o ASA não vai limitar-se à luta pela permanência, mas na melhoria da classificação.

"Temos vivido muitas dificuldades, conforme já referi, mas mesmo com isso, sempre procurámos manter a equipa na Primeira Divisão, o que tem sido o mais importante. Mas para este ano, não queremos só lutar pela permanência, pretendemos ficar pelo menos a meio da tabela. Isso pressupõe, fazermos uma época mais tranquila do que aquilo que foram os anos passados".

Questionado sobre o que espera dos reforços contratados, o presidente do clube do aeroporto disse acreditar em melhorias na prestação da equipa, mas defendeu-se ao dizer que quem constitui o plantel é o treinador.

"Sabem que o plantel é constituído pela equipa técnica, sobretudo, pelo treinador João Machado, uma pessoa que conhece bem o nosso futebol e os atletas a nível nacional. Acredito que ao fazer o plantel, deve tê-lo feito com garantias de que temos o melhor para o clube. Também gostava de ter na nossa equipa aqueles jogadores que são sonantes no mercado nacional, mas as condições não permitem", confessou.

Apesar de reconhecer as limitações, Elias José pensa que o ASA tem um grupo de trabalho capaz de fazer alguma diferença no Girabola. Confessou ao JD não ter exigido muito ao técnico João Machado, pois, defende que não é o facto de se pedir muito que as coisas acontecem.

"Não exigimos muito ao professor João Machado, porque não é pelo facto de pedirmos muito que as coisas acontecem. Vamos acompanhar de perto, e acreditamos que também seja sua intenção ter a melhor classificação com o ASA, um clube onde já passou como jogador e treinador, onde agora volta à casa".

ORÇAMENTO
Presidente considera valores modestos


O ASA é um clube que está a fazer a travessia no deserto, no que toca à questões financeiras. O presidente de direcção esclareceu que devido às novas políticas económicas e administrativas que o seu principal patrocinador está a enfrentar, a transportadora aérea de bandeira Taag,  o clube ressente-se.

Elias José salientou que em função disso, a direcção do clube recorreu a alguns métodos para reduzir as despesas em várias frentes. Lamentou o facto do orçamento estar ainda mais reduzido, em relação às épocas passadas.

Sem revelar números, o responsável máximo da formação aviadora salientou que a situação orçamental do clube para o ano 2017 é bastante modesta, ainda assim, não vai deixar de honrar os seus compromissos.

“Falar de números é um bocadinho complicado. Nós não estamos a exigir tanto. Somos modestos. Devo dizer que o orçamento do ASA não é tão exaustivo assim. É mediano, mas mesmo assim, não vou revelar ainda aqui os valores envolvidos”, frisou.

Para uma melhor elucidação aos adeptos e à massa associativa aviadora, o presidente não receeou em revelar a estratégia utilizada, para reforçar o plantel e fez questão de explicar os novos moldes utilizados este ano, na contratação de jogadores.

“Quero aqui salientar aos adeptos, sócios e amigos do clube que retirámos os contratos nas negociações com os jogadores, ficámos apenas com os salários. Por isso, acredito que assim o nosso orçamento está mais reduzido”, salientou Elias José.


PATRIMÓNIO
“Vamos rentabilizar
melhor o que temos”


A direcção do ASA pretende transformar o sofrimento do passado em ganho na presente época, razão pela qual promete lutar afincadamente na recuperação do seu património, e retirar parte dos recursos financeiros que possam ajudar o clube a liquidar certos encargos.

A ideia foi avançada pelo presidente do clube, Elias José, na abordagem que fez sobre a estratégia a adoptar para superar as dificuldades financeiras vividas pelo ASA, ao longo das últimas épocas.

O presidente do clube aviador prometeu tratar dos assuntos de forma pacífica, com os inquilinos que se encontram a explorar diversos serviços, dentro do espaço do clube. "Uma das primeiras batalhas que vamos ter neste ano, vai ser a luta por aquilo que é propriedade do ASA", anunciou.

"Sabem que o ASA tem um espaço que está sob o controlo da direcção do clube, pode buscar alguns rendimentos, concretamente, a algumas empresas que estão no nosso espaço, e é justamente isso que vamos fazer. De forma pacífica, pretendemos negociar com as empresas que se encontram no espaço do ASA para ver até que ponto elas podem contribuir, para que o clube saia desse sufoco", explicou.

Elias José não descartou a possibilidade de encontrar outras formas de sair da crise para que o ASA ultrapasse a apertada situação financeira que o clube enfrenta há muito tempo.

"Se não for possível encontrar a saída, por essa via, então, teremos de achar outras formas que nos possam facilitar a busca de soluções, para que o ASA saia dessa apertadíssima situação de crise financeira, que enfrenta faz tempo".

Fonte: Jornal de desportos.

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 0
2 Académica do Lobito Académica do Lobito 0
3 ASA ASA 0
4 Benfica de Luanda Benfica de Luanda 0
5 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 0
6 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 0
7 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 0
8 JGM do Huambo JGM do Huambo 0
9 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 0
10 Petro de Luanda Petro de Luanda 0
11 Progresso da Lunda Sul Progresso da Lunda Sul 0
12 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 0
13 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 0
14 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 0
15 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 0
16 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 0
Patrocinador Oficial ZAP
© 2017 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software