Notícias

18 Dezembro 2017

Campeão distinguido cinco vezes

Cinco das treze categorias do Prémios de Futebol Palancas Negras foram conquistadas pelo campeão nacional, 1º de Agosto, durante a Gala de premiação da primeira edição, realizada pela FAF no sábado último, no Centro de Conferencias de Belas, no Futungo II.
Na referida cerimónia cujo um dos momentos mais mediáticos aconteceu com a prestação de tributo a vinte e cinco figuras do futebol nacional, que se destacaram nos clubes e na selecção nacional, no período de 1975 a 1985, realce para a atribuição do prémio de Melhor Jogador do Ano ao avançado brasileiro Tiago Azulão, do Petro de Luanda.
Mas viria a pertencer ao 1º de Agosto o \"assalto\" a maioria dos prémios,  nomeadamente Melhor Escola de Formação, Clube do Ano, Treinador do Ano (Dragan Jovic) , Golo do Ano (rubricado por Bobó), Dirigente do Ano (Carlos Hendrick) e de Melhor Clube (campeão nacional).
Na posição seguinte, em termos de conquista de troféus, esteve o Petro de Luanda, vice-campeão nacional e vencedor da Taça de Angola, ao lograr os feitos nas categorias de Melhor Jogador (Tiago Azulão),  Melhor Claque e Melhor Guarda-redes (Gerson). Já o prémio revelação foi entregue a Kaporal, jogador do 1º de Maio de Benguela, enquanto que Bastos, atleta da Lazio de Roma de Itália, venceu o prémio de Melhor  Jogador Angolano na Diáspora.
Tal como já se previa, em função da notoriedade que tiveram os dois maiores clubes do país na cerimónia de premiação, no Onze do Ano esteve em evidência a presença da maioria dos seus jogadores. Ou seja, constam da equipa os atletas Gerson, Paizo e Bobó, Wilson, Tó Carneiro, Herenilson,  Ibukun,  Búa, Geraldo, Tiago Azulão e Lami. Em relação a categoria de Árbitro do Ano, o troféu ficou com António Dungula, ao passo que Gerson Emiliano arrebatou o prémio de Melhor Árbitro Assistente.

HOMENAGENS

A sessão de homenagem às figuras que marcaram a historia do futebol angolano marcou a cerimónia de entregue dos Prémios do Futebol Palancas Negras. Vinte e cinco individualidades do futebol receberam das mãos do ex-basquetebolista, Carlos Almeida, actual Secretário de  Estado do Desporto, um troféu em cristal, como certificado do reconhecimento de tudo quanto prestaram a modalidade rainha em Angola.
Receberam o tributo os senhores Rui Araújo, Salviano Magalhães, Dionísio de Almeida, Rui Gomes, Manecas Leitão, Napoleão Brandão, Pedro Garcia, Carlos Alves, Domingos Inguila, Arnaldo Gamonal, Ti Guimas, João Lara, Luís Gomes dos Santos, Manuel Pimentel, Ruben Garcia, Eduardo Laurindo,Ti Lino, Sarmento Seke, Nicolas Berardinelli, Manuel Lote, Hermínio Escórcio, Daniel Ndunguidi, Bastos de Almeida \"Likas”, Eduardo Laurindo, Lutero da Mota, este último homenageado a título póstumo.
As ex-futebolistas Guigui e Irene Gonçalves e a ex-vice-presidente da FAF, Eufrazina Maiato, foram igualmente distinguidas na noite, pelo contributo prestado ao futebol feminino, já as associações de futebol de Luanda, Benguela e Uíge receberam votos de reconhecimento pelo bom desempenho protagonizado ao longo dos anos. 
De resto, a cidade de Mbanza Kongo, eleita património da humanidade, mereceu uma referencia na gala, animada com as musicas  dos cantores  Cabo Snoop, Mago de Sousa, Mestre Dangui, Edzila e Kiaku Kyadaf.


AFROTAÇAS    
“Temos boas
 expectativas”


O campeão nacional coloca em alta às expectativas da participação na Liga dos Clubes Campeões Africanos, onde ambiciona chegar o mais longe possível, para contrariar a última presença em que foram eliminados na primeira eliminatória.  O presidente Carlos Hendrick garantiu, que o objectivo da equipa é fazer a melhor campanha possível. 
\"Queremos ir o mais longe possível nesta competição, depois é claro, de atingirmos à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões. Temos boas expectativas e acreditamos que podemos conseguir, mas isso é futebol e não posso adivinhar o que pode acontecer no futuro”, disse o dirigente militar. 
A formação do Platinum Stars do Zimbabwe é o adversário do 1º de Agosto, na primeira eliminatória, desta competição. Os rubro -negros recebem os zimbabweanos no Estádio 11 de Novembro, entre os dias 9 e 11 de Fevereiro, enquanto para a segunda mão acontece uma semana depois. Em caso de passagem, os militares encontram o vencedor do jogo entre o Bidvest Wits da África do Sul e o Pamplemousse SC das Ilhas Maurícias. 
Este ano, os campeões nacionais ficaram na primeira eliminatória, diante da formação do Kampala City do Uganda, ao perderem o primeiro jogo em casa do adversário, por 1-0, e vencido em Luanda, por 2-1, resultado insuficiente para continuação em prova. Depois dos dois campeonatos conquistdos, 2016, 2017, ns hostes da equipa do Rio Seco é cada vez mais sintomático a vontade dos dirigentes, sócios, adeptos, atletas e treinadores, a fornação de um plantel que seja campas de ombrear nas Afrotaças. O conjunto militar até ao momento não logrou qualquer ceptro continental apesar de ser já um velho ciente das provas realigadas pela CAF a nível de clubes. A grande recordação até hoje motivo de orgulho entre os agostinos só aconteceu quando atingiu a  final da Taça das Taças, em 1998, diante do Esperance de Túnis.

Fonte: Jornal dos desportos

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 65
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 62
3 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 53
4 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 50
5 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 48
6 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 48
7 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 41
8 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 41
9 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 41
10 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 40
11 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 33
12 Progresso da Lunda Sul Progresso da Lunda Sul 32
13 Académica do Lobito Académica do Lobito 30
14 JGM do Huambo JGM do Huambo 30
15 ASA ASA 26
16 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 20
Patrocinador Oficial ZAP
© 2018 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software