Notícias

16 Dezembro 2019

Campeão desfaz liderança por um dia do arqui-rival

Com autoridade, mas sem necessidade de forçar o ritmo do jogo, o 1º de Agosto desfez a liderança, por um dia, do arqui-rival Petro de Luanda, ao derrotar a Académica do Lobito, por 3-0, ontem no Estádio Nacional 11 de Novembro, para a conclusão da 13ª jornada do Girabola, em tarde de gala de Ary Papel, que assinou um “hat-trick”.

Os fantasmas da tímida campanha africana, adensados pela derrota (0-2) na deslocação ao reduto do Zamalek do Egipto, afastaram os adeptos dos tetra-campeões. A equipa lançada de início pelo bósnio Dragan Jovic foi ao encontro das críticas que apontavam para alterações pontuais, sobretudo na baliza.
Neblu voltou à titularidade, face à saída de Tony Cabaça, guarda-redes que tem dado sinais de certa saturação. A ausência de Macaia, por lesão, proporcionou a entrada de Mário Balbúrdia, jovem criativo cuja inactividade tem sido muito questionada, en- quanto Ibukun, expulso no Cairo, nem no banco de suplentes apareceu.
A toada cadenciada adoptada pelos rubro e negros, com posse e circulação da bola, condicionou a abordagem dos estudantes às ordens de Águas da Silva.
O futebol envolvente, que tem sustentado a presença da equipa lobitanga na parte alta da tabela classificativa, foi neutralizado com relativa facilidade.
Mário e Buá assumiram a definição dos balanços ofensivos do 1º de Agosto. A dupla de médios marcava a cadência das acções de ataque, a solicitar o envolvimento de Zito Luvumbo, Natael e Isaac, nos corredores laterais, ao passo que Ary e Atouba faziam movimentos interiores, nas costas de Lionel Yombi, a principal referência de área.
Bastaram cinco minutos para o surgimento do primeiro golo, depois de Natael ganhar a linha do fundo e assistir Ary, que tirou as medidas à baliza, escolheu o canto e rematou distante do alcance de Carlitos, substituto de Nsesani, guarda-redes titular indisponível por estar ao serviço da Selecção de Sub-20, no torneio da Cosafa.
O quadro de desvantagem afectou a organização da Académica, regressada ao jogo apenas depois dos 20 minutos, período em que conseguiu levar a bola ao terço defensivo dos militares. Bobó e o capitão Dany Masunguna afastavam o combativo Odilon da baliza de Neblu.
A toada de equilíbrio deu algum interesse ao desafio, o suficiente para afastar a ideia de passeio competitivo dos detentores do título, preocupados com a reabilitação da imagem, face ao “apagão” registado nas duas jornadas disputadas no Grupo A da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

Domínio compensado
No regresso dos balneários, o 1º de Agosto chamou novamente a si o controlo e domínio dos acontecimentos, atitude compensada pelos dois golos marcados por Ary, aos 64 e 75 minutos. De pé quente, o avançado esteve perto do quarto tento, registo frustrado por Carlitos, com defesas de grande aparato.
Catraio, Nelson e Mabululu foram lançados para refrescar a equipa e reforçar o equilíbrio no meio campo, bem como o poder de ataque. Águas da Silva, que perdeu Libero por lesão, ainda no primeiro tempo, fez ajustes pontuais com o propósito de manter os seus pupilos focados no jogo e, deste modo, evitar uma derrota por números avultados.
A 13ª jornada teve no sábado a vitória do Petro de Luanda sobre o Recreativo do Libolo, por 3-0. Nas outras partidas foram registados os desfechos Bravos do Maquis - Sporting de Cabinda (1-0), Interclube - Williet de Benguela (0-0), Cuando Cubango FC - Progresso Sambizanga (3-0), Recreativo da Caála - Desportivo da Huíla (1-0), Santa Rita - Sagrada Esperança (0-0) e 1º de Maio - Ferrovia (1-1).
Para a conclusão da 14ª ronda, o 1º de Agosto, líder da competição com 33 pontos, desloca-se quarta-feira à casa do Sporting de Cabinda. O Petro de Luanda, segundo, com 32, vai ao terreno da Académica do Lobito, que espera evitar nova chuva de golos diante de um candidato ao título.
Militares e petrolíferos completam, no final de semana, a série de três jogos consecutivos, antes de entrarem em cena na terceira ronda das Afrotaças. A formação do Rio Seco recebe o TP Mazembe, no dia 27, e os homens do Catetão visitam, um dia depois, o Wydad de Casablanca de Marrocos, equipa orientada pelo sérvio Zoran Maki.

Fonte: https://bit.ly/2Eogblr

Classificação

Pos Clube Pts
1 Petro de Luanda Petro de Luanda 57
2 1º de Agosto 1º de Agosto 54
3 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 43
4 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 38
5 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 34
6 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 34
7 Académica do Lobito Académica do Lobito 34
8 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 33
9 Williet S.C Williet S.C 31
10 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 30
11 Kuando Kubango FC Kuando Kubango FC 23
12 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 23
13 Sporting de Cabinda Sporting de Cabinda 22
14 Ferrovia do Huambo Ferrovia do Huambo 21
15 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 16
16 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 9
Patrocinador Oficial ZAP
© 2020 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software