Notícias

11 Outubro 2017

1.º de Maio e Kabuscorp abrem disputa da 27.ª jornada

Girabola ZAP

Depois do interregno do fim-de-semana passado, para a disputa da Taça de Angola, a 27ª jornada do Campeonato Nacional de Futebol da Primeira Divisão “Girabola Zap’2017” reata, nesta sexta à tarde, com os jogos 1.º de Maio -Kabuscorp e Progresso Sambizanga-Desportivo da Huíla, com destaque para o desafio entre Interclube-1º de Agosto.

A ronda agenda para sábado os jogos Progresso da Lunda-Sul-Caála, Santa Rita -Sagrada e ASA-JGM do Huambo, enquanto no domingo está marcado as partidas Libolo-Académica  e Petro -FC Bravos do Maquis. No desafio da abertura da jornada, o Kabuscorp desloca-se amanhã à cidade de Benguela, onde na sexta-feira às 15h00, no estádio Edelfride Palhares da Costa “Miau”, enfrenta o conjunto “proletário”.
Apesar de ter já garantida a permanência na próxima edição do Girabola, o 1.º de Maio  pretende triunfar para subir mais alguns degraus na tabela classificativa, enquanto os palanquinos, sem hipóteses de chegar ao título, apenas cumprem calendário, mas sempre com a pretensão de conquistar os três pontos. 
Na primeira volta, os “proletários” impuseram  uma igualdade a dois golos ao Kabuscorp, no Estádio Municipal dos Coqueiros, em Luanda. Dr. Lami e Luís Tati marcaram pelos anfitriões, enquanto Kaporay “bisou” para os forasteiros.   
Noutro jogo de início do fim-de-semana, sambilas e militares da Região Sul medem forças, no Estádio Municipal dos Coqueiros,  com favoritismo repartido. As equipas têm a manutenção garantida no Campeonato Nacional da I Divisão do próximo ano, e procuram alcançar posições mais confortáveis na classificação.
Sábado, na sequência da jornada, Interclube e 1º de Agosto enfrentam-se, às 15h00, no estádio 22 de Junho, no bairro Rocha Pinto, num "derby" militarizado  aguardado com bastante expectativa pelos adeptos do Rio Seco e do Eixo Viário. 
O conjunto do Rio Seco, que aproveitou o deslize dos tricolores do Eixo Viário na ronda passada para assumir o comando da classificação, está proibido de perder sob pena de deixar fugir a liderança. Antevê-se assim, um jogo bem disputado entre duas das melhores equipas do Girabola Zap, que proporcionam bons espectáculos quando se defrontam.
No primeiro turno da prova, a 30 de Abril, os militares do Rio Seco derrotaram os polícias, por 1-0, no Estádio Nacional 11 de Novembro. O golo do triunfo foi apontado pelo avançado Rambé.  
O Recreativo da Caála desloca-se à cidade de Saurimo, onde encara o aflito Progresso da Lunda-Sul, às 15h00, no Estádio Municipal das Mangueiras, num bom jogo em perspectiva, onde os anfitriões são obrigados a vencer para continuarem a acalentar a esperança de manter-se no próximo Girabola Zap. Os forasteiros já têm assegurada a manutenção. Porém, uma vitória caseira também serve como factor moralizador para a equipa. Na primeira volta, no seu reduto, os planálticos golearam por 3-0.
O Santa Rita, já despromovido, recebe o Sagrada , às 15h00, no Estádio Municipal 4 de Janeiro, na capital da província do Uíge, num desafio em que, apesar de os diamantíferos a jogarem na condição de forasteiros assumem o favoritismo. 
Na primeira volta, a formação do Uíge foi derrotada pelos diamantíferos, por 0-1, na cidade do Dundo, província da Lunda Norte.
ASA e JGM do Huambo defrontam-se, às 16h00, no Estádio Municipal dos Coqueiros, num jogo entre aflitos. Uma derrota dos aviadores compromete a sua continuidade no campeonato, enquanto a equipa do Planalto Central já está praticamente despromovido para o escalão inferior.
Os anfitriões querem desforrar-se do desaire da primeira volta no Huambo, onde foram derrotados, por  1-2, no estádio do Ferroviário.
Para a conclusão da jornada, o Petro de Luanda defronta no domingo o FC Bravos do Maquis, às 17h00, no Estádio Nacional 11 de Novembro, com o objectivo de triunfar para se manter na luta pelo título. 
Na condição de anfitriões, e sendo um dos candidatos à conquista do ceptro, os tricolores jogam com o Maquis com o orgulho ferido, devido ao desaire na primeira volta. É, portanto,  um jogo que se pode considerar de "ajuste de contas". No primeiro turno, o Maquis venceu os tricolores, por 1-0, no estádio Jones Kufuna "Mundunduleno", na cidade do Luena. Pataca marcou o único golo na marcação de um penaste, quase no final do desafio.
Antes do encerramento da jornada, o Recreativo do Libolo recepciona a Académica do Lobito, às 15h00, na vila de Calulo, província do Cuanza Sul, num desafio em que os forasteiros prometem dignificar o espectáculo e tentar surpreender.

 

Fonte: Jornal de Angola

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 59
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 59
3 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 47
4 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 47
5 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 45
6 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 43
7 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 40
8 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 38
9 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 35
10 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 34
11 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 29
12 Académica do Lobito Académica do Lobito 27
13 Progresso da Lunda Sul Progresso da Lunda Sul 26
14 ASA ASA 26
15 JGM do Huambo JGM do Huambo 21
16 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 17
Patrocinador Oficial ZAP
© 2017 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software