Notícias

23 Julho 2018

1º de Agosto mostra força ao rival e recupera liderança

O 1º de Agosto, bicampeão nacional, venceu ontem, por 2-0, o "clássico" número 76 frente ao Petro de Luanda, no Estádio Nacional 11 de Novembro, na partida mais aguardada da 25ª jornada do Girabola, e recuperou a liderança da prova, com 43 pontos, mais dois que a formação petrolífera, no segundo posto.

Com vontade de vencer, a formação militar entrou bastante motivada e a atacar com perigo a baliza de Gerson. Na ânsia de conseguir um resultado animador, o técnico Zoran Macki surgiu com uma equipa ofensiva (4-4-2), para dificultar as intenções do Petro de Luanda, que se apresentou num 4-3-3.
Através de uma jogada estudada, o médio Mongo surgiu no lado esquerdo cruzou para Razak marcar com mestria, aos três minutos. Melhor na interpretação dos fundamentos  tácticos, o bicampeão nacional actuou destemido e desperdiçou uma mão cheia de golos.
Com a táctica montada por Zoran Macki, o Petro de Luanda parecia uma equipa sem ideias. Elio e Maludi não se entendiam no centro da defesa. Eddie Afonso adaptado à lateral esquerdo perdeu sempre na disputa de bola com o defesa direito Isaac.
Apercebendo-se das facilidades dadas pela defensiva do Petro, Mongo apareceu novamente no corredor esquerdo, contornou Diógenes e cruzou para o garoto Mário estrear-se a marcar no "dérbi", aos 27 minutos.
Comparativamente à equipa adversária, o 1º de Agosto fez uma excelente primeira parte, tirando proveito dos erros dos comandados de Roberto Bianchi, que tiveram situação clara de golo, por intermédio de Mateus, aos 14 minutos.
Na segunda metade, o Petro de Luanda apostou no tudo ou nada. Pressionou a defesa militar, no intuito de virar o resultado. Mas, de forma progressiva, o 1º de Agosto, sempre bem organizado e sólido tacticamente, foi impondo as suas ideias de jogo e obrigou o vice-campeão a baixar as suas linhas, para evitar males maiores.
O 1º de Agosto não deixou escapar a vantagem e extraiu três pontos deste clássico, quando restam cinco jornadas para o término do campeonato. Com um trabalho irregular, o árbitro Hélder Martins ficou por marcar um penalte claro contra o Petro de Luanda, após derrube de Ibukun por Élio, estavam decorridos 19 minutos.

Disputa pela permanência
O Cuando Cubango FC recebeu e venceu a Académica do Lobito, por 2-0, no Estádio Municipal de Menongue, com bis de Cassinda. O Cuando Cubango quebrou um jejum de oito jogos. 
No Estádio Mártires da Canhala, o Recreativo da Caála tirou partido do factor casa para triunfar, por 1-0, frente ao 1º de Maio de Benguela. O Caála não vencia há seis jornadas. Domant e Libolo empataram (2-2), à semelhança do Progresso Sambizanga e FC Bravos do Maquis, mas sem golos. Sábado, na abertura da jornada, o Sagrada derrotou em casa o Kabuscorp do Palanca, por 1-0. Hoje, no fecho da jornada, o Interclube enfrenta o Sporting de Cabinda, às 16h00, no Estádio 22 de Junho.

 

Fonte: Jornal de Angola

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 57
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 57
3 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 47
4 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 45
5 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 41
6 Académica do Lobito Académica do Lobito 41
7 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 38
8 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 37
9 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 36
10 Sporting de Cabinda Sporting de Cabinda 35
11 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 35
12 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 34
13 Kuando Kubango FC Kuando Kubango FC 28
14 Domant FC Domant FC 28
15 1º de Maio de Benguela 1º de Maio de Benguela 22
16 JGM do Huambo JGM do Huambo 3
Patrocinador Oficial ZAP
© 2018 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software