Notícias

30 Abril 2019

Últimas jornadas do Girabola acompanham ligas europeias

À duas jornadas do final da competição o 1º de Agosto e Petro de Luanda travam uma acesa disputa pela conquista do título do Girabola, à semelhança do Manchester City e Liverpool, na Inglaterra, bem como o Bayern de Munique e o Borussia Dortmund, na Alemanha, e Ajax e PSV, na Holanda.

 

Na 41ª edição da principal prova do futebol angolano, os dois colossos dão sinais de vivacidade, facto que pressagia um cenário de equilíbrio até à última ronda. Os petrolíferos, que disputam amanhã o jogo em atraso com o Saurimo FC, podem voltar a encurtar a vantagem dos militares do Rio Seco para um ponto.
O eventual triunfo dos tricolores, na deslocação à capital da Lunda-Sul, remete a decisão para o que as equipas forem capazes de fazer nas derradeiras partidas. O Petro vai defrontar a Académica do Lobito e o Progresso Sambizanga, em Luanda, ao passo que o 1º de Agosto visita o Cuando Cubango FC, na cidade do Cuito, e defronta o Kabuscorp do Palanca, no encerramento da competição.
O empate (1-1), quarta-feira no reduto do Sagrada Esperança, tirou aos rubro e negros a possibilidade de festejar a conquista do inédito quarto troféu consecutivo já no próximo desafio. O percalço deu vida ao arqui-rival, que viu a margem de erro reduzida pela derrota (0-2), diante do Desportivo da Huíla.
No fim-de-semana, o Petro de Luanda venceu, dificilmente, o aflito Santa Rita de Cássia, por 1-0, no Uíge. Por seu lado, o 1º de Agosto vergou o FC Bravos do Maquis, por 3-0, numa clara demonstração de pujança competitiva, com o avançado Ary Papel a anunciar prontidão para as exigências do Girabola.

Estrelas mediáticas

O equilíbrio registado no Girabola encontra paralelo na Inglaterra, Alemanha e Portugal, países com ligas mediáticas acompanhadas pela televisão e Internet. Separados por um ponto, quando faltam jogar as duas últimas jornadas das 38 que compõem a prova, Manchester City, 91, e Liverpool, 90, têm alternado no controlo da liderança, com clara vantagem para os citizens treinados por Pep Guardiola, em caso de igualdade pontual, pelo maior número de golos marcados.
Os candidatos ao título Chelsea, 68 pontos, Arsenal, 66, e Manchester United, 65, discutem com o Tottenham, 70, os restantes dois lugares da Liga dos Clubes Campeões Europeus reservados ao futebol inglês. Os azuis de Londres têm ainda a hipótese de chegar à competição milionária por via do triunfo na Liga Europa, da qual são semifinalistas.
Na Alemanha, o Bayern, líder com 71 pontos, tem à perna o Borussia, 69, e RB Leipzig, 64, à três jornadas do final da Bundesliga. O gigante de Munique, dominador do futebol alemão, depende apenas de si para renovar o título, depois de superar o rival de Dortmund, que deixou escapar o conforto construído na tabela classificativa.
Da Holanda chegam ecos de uma disputa com anos de história. O ressurgido Ajax de Amsterdão nos escaparates europeus, pela surpreendente campanha na Liga dos Campeões, ao tirar do caminho o Real Madrid e a Juventus, trava um duelo renhido com o PSV Eindhoven. As equipas somam ambas 80 pontos, entre 18 concorrentes, a duas rondas do fim.
Em Portugal, o Sport Lisboa e Benfica arrancou para os derradeiros três jogos com mais dois pontos em relação ao FC Porto. As águias de Lisboa, 78, desfizeram a partilha com os dragões, 76, que comprometeram a campanha, ao empatar no terreno do Rio Ave do angolano Gelson Dala, um dos obreiros da proeza dos vilacondenses.

Golo de Messi prolonga supremacia do Barcelona

Um golo do argentino Lionel Messi, lançado do banco, deu ao Barcelona a oitava conquista em 11 anos, feito que pôs fim à resistência do Atlético de Ma-drid, segundo, 74, que mesmo com o pleno de vitórias nas últimas três partidas apenas iguala os 83 dos renovados campeões, mais fortes no confronto directo. O Real, 65, apanha-se perdido no terceiro lugar.
Na Itália, a Juventus aliviou o impacto do fracasso no título europeu, sustentada pela contratação do astro português Cristiano Ronaldo. O colosso de Turim chegou ao oitavo triunfo consecutivo, domínio que relega para plano secundário históricos como AC Milan, Inter e Roma.
Sem conseguir se impor na Europa, o PSG continua à espera da consagração em França, num momento em que o brasileiro Neymar tem sido destaque pelo pouco brilho em campo e o impacto das acções negativas. Menos um jogo, a equipa da capital francesa lidera, com 84, à frente do Lille, 68, e Lyon, 62, a quatro rondas da conclusão. 
Por África, o Esperance persegue a revalidação do título na Tunísia, com 49 pontos na primeira posição, à seis jornadas do fim. Sfaxien, 40, e ES Sahel, 36, vem a seguir. No Egipto, o Pyramids, mais dois jogos disputados, soma 63 pontos no comando, seguido pelo Al Ahly, 61, e Zamalek, 60, quando estão disputadas 18 das 34 rondas.
O Orlando Pirates, 53 pontos, disputa a primazia na África do Sul com o Sundowns, 50, menos um desafio, e o BID Vest Wits, 48, quando restam duas das 16 rondas. Em Moçambique a Liga começou no final-de-semana. Desportivo do Songo, Incomáti, Ferroviário, Textáfrica e LD Ma-puto venceram na estreia.

Fonte: Jornal de Angola

Classificação

Pos Clube Pts
1 1º de Agosto 1º de Agosto 67
2 Petro de Luanda Petro de Luanda 63
3 Desportivo da Huíla Desportivo da Huíla 50
4 Kabuscorp Palanca Kabuscorp Palanca 49
5 Sagrada Esperança Sagrada Esperança 41
6 Interclube de Luanda Interclube de Luanda 41
7 Recreativo do Libolo Recreativo do Libolo 39
8 Progresso de Sambizanga Progresso de Sambizanga 37
9 Recreativo da Caála Recreativo da Caála 36
10 FC Bravos do Maquis FC Bravos do Maquis 36
11 Sporting de Cabinda Sporting de Cabinda 30
12 Santa Rita de Cássia FC Santa Rita de Cássia FC 29
13 Académica do Lobito Académica do Lobito 28
14 ASA ASA 26
15 Kuando Kubango FC Kuando Kubango FC 23
16 Saurimo FC Saurimo FC 21
Patrocinador Oficial ZAP
© 2019 Girabola ZAP. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

Bitmaker Software